Cenário

Casa Principal | Palco – É no salão de festas da casa de Cândida Silva e do seu marido, Luís Silva, que este é tragicamente assassinado no decorrer de uma festa onde toda a vila é convidada. É um cenário relativamente despojado pois devido à grande movimentação de actores em palco procurámos que a maioria dos elementos cénicos estivessem mais recolhidos ao fundo de cena.

 

Rua da vila | Frente de palco – Usando um pano intermédio dividindo o palco, surge este simples cenário de apenas uma cena onde vemos um muro de azulejos a caminho do mercado da vila com alguns elementos vegetais, um banco e um varandim.

 

Casa de Mariana Fonseca | Proscénio à direita – Saindo pela porta lateral que dá acesso ao salão da Sociedade União Sintrense pode entrar-se, directamente, em casa de Mariana Fonseca. Uma casa inspirada nas tradicionais casas de campo inglesas que são normalmente pequenas, acolhedoras e onde uma chávena de chá é sempre bem vinda. É uma área relativamente pequena onde procuramos demonstrar traços característicos da nossa personagem, como o seu gosto pela leitura, flores, interesse em química e a sua simplicidade com muita elegância e bom gosto.

 

Esquadra de Polícia | Frente de palco – A esquadra do Inspector saraiva é um local simples, austero e inóspito, tal como explicitamente dito pela acutilante Hermínia. É onde se desenrola uma cena fundamental ao entendimento do que efectivamente aconteceu na noite em que se deu o assassinato do Eng.Silva.

IMG_0681

 

Area de espectáculos | Proscénio à esquerda – Funcionando como complemento ao salão de festas da Casa de Cândida e do Engenheiro temos a esquerda do proscénio onde se situa o piano de cauda, que é utilizado para dois momentos musicais distintos, na festa em casa dos Silva e no Elógio Fúnebre.

Teatro União 2016

Anúncios
%d bloggers like this: